Natal feliz para as crianças da Abrace

Bazar de Natal da Abrace oferece, por valores acessíveis, calçados, roupas, móveis e eletrodomésticos e ainda, colaborar para a manutenção da instituição

“Quando alguém adquire as peças do bazar, não só está levando algo diferente para casa como também está ajudando com as despesas do dia a dia”, conta Filomena Carvalho, mãe de uma das crianças assistidas pela Abrace

Quando o Natal se aproxima, o espírito solidário ganha força. É tempo de amor. São muitas as pessoas que colaboram para que os festejos natalinos sejam comemorados, por aqueles menos afortunados, de uma forma especial. E para aqueles que querem deixar a data mais feliz para crianças e adolescentes com câncer, esta é uma oportunidade: a Abrace realizará, nos próximos dias 12 a 16 de dezembro, um grande Bazar de Natal. As peças são doações feitas pela comunidade e a renda arrecadada será destinada à manutenção da instituição.Serão livros, calçados, roupas, acessórios, artesanatos, eletrodomésticos, móveis, tudo em boas condições de uso por valores acessíveis. Como nos anos anteriores, a Abrace conta com uma equipe de voluntários que irá direcionar as pessoas dentro do espaço.

Para a presidente da instituição Ilda Peliz, a ideia é garantir a qualidade dos serviços prestados aos assistidos e suas famílias, já que nos meses de janeiro e fevereiro as doações costumam diminuir. “Após o Natal, a Abrace precisa dar continuidade nos atendimentos, e isso gera custos. Com as arrecadações do bazar, será possível garantir assistência com dignidade e excelência”, afirma.

A presidente da instituição Ilda Peliz quer intensificar as doações no fim de ano para garantir que o trabalho da Abrace no começo de 2018

Histórias de Natal

Já Filomena Carvalho, mãe de Jonh Klose, 11 anos de idade, diagnosticado com aplasia de medula, acredita que adquirir as peças do bazar também é uma maneira de doar. “É importante para as crianças viverem o lúdico e a magia do Natal. Isso ajuda no tratamento porque eles se sentem felizes e, quando uma mãe vê um filho alegre, o Natal já está acontecendo dentro do coração dela. Eu me sinto assim”, aponta.
Pessoas que se sentem solidárias expressam mais satisfação pela vida e desenvolvem maior capacidade de lidar com as dificuldades. Em geral, se tornam mais felizes e encontram sentido em sua existência. Atitudes solidárias representam um potencial transformador para o crescimento interior individual.

Helena Vieira, mãe da jovem Vitória Vieira, com 11 anos de idade, diagnosticada com um câncer na cabeça, reforça: “quem recebe um ato solidário conquista benefícios, é claro. Mas, quem oferta uma doação ao outro ganha ainda mais. Eu mesma já fiz muitas doações e tive a experiência de receber em dobro. A recompensa vem em todos os sentidos. Hoje, sou eu e minha filha que precisamos de ajuda”.
O sucesso do bazar depende do coração solidário de todos. Pequenos gestos geram grandes transformações. Então, que tal fazer algo diferente, este ano, no Natal? Solidariedade é isso.
Você também pode contribuir para as comemorações de muitas crianças. A solidariedade é, sem sombra de dúvidas, a forma maior de alguém expressar o seu amor.